Croatoan
Mitologia

Croatoan


۞ ADM Berserker



Você já assistiu ao filme “Mistério da Rua 7?” É porque essa lenda vai explicar bastante coisa sobre o filme que não é nenhum pouco autoexplicativo. 



A lenda de Croatoan começa com as tentativas de se estabelecer uma colônia em terras americanas. Os ingleses precisavam fundar assentamentos se quisessem manter a posse sobre essas terras. Mas pense o quanto isso era difícil, se hoje tudo em matéria de informação e viagens é uma coisa rápida, nesse século as viagens demoravam meses. E para voltar a um determinado local poderia se levar meses, anos, e imagine se houvesse uma guerra ou piratas atrapalhando.

Os ingleses, para demarcar território, mandaram colonos para o Novo Mundo. Esse primeiro assentamento inglês era composto apenas por homens. Nada de mulheres ou crianças. Eles ficaram lá por algum tempo, mas devido à falta de condições e depois de enfrentar vários invernos rigorosos, eles resolveram voltar para a Inglaterra, abandonando o local. O capitão Francis Drake, que estava passando pelo Novo Mundo, deu uma carona para eles em seu navio.

Mas os ingleses não desistiram. Em 26 de abril de 1587 dois barcos partiram um com colonos e outro com suprimentos. Dessa vez, eles levaram mulheres e crianças porque eles realmente queriam estabelecer uma colônia permanente. Eles chegaram lá e reconstruíram as casas que foram deixadas pelos antigos colonos e que já estavam tomadas pelo mato. Nesse meio tempo, no dia 18 de agosto 1588, nasce à neta do governador, Virginia Dare, a primeira criança filha de colonizadores a nascer em solo americano. Após alguns dias, mais precisamente no dia 27 de agosto 1588, o governador John White voltou à Inglaterra a pedido dos colonos, pois eles queriam que ele intercedesse pela colônia, buscando ajuda e suprimentos. Mesmo relutante, ele partiu. Mas quando chegou à Grã Bretanha eles não pode mais voltar, os ingleses tinham sido atacados pela “Armada Invencível” do rei Felipe II da Espanha e a guerra impediu qualquer tentativa de voltar ao Novo Mundo.

Alguns anos depois, ele retornou em 1.590, a única coisa que ele encontrou foi à cidade vazia, totalmente tomada pelo mato, coisas espalhadas pelo chão. Roupas, objetos, até mesmo suprimentos largados por todos os cantos. Apenas objetos, nenhuma pessoa. Nem corpos, nem sangue. Nada. Somente uma palavra escrita em um tronco de árvore, “Croatoan”.

O estranho desaparecimento e a palavra Croatoan deram origem a muitas e muitas lendas. No imaginário norte-americano eles foram todos abduzidos ou levados por alguma coisa e com certeza seria uma coisa maligna. Durante o tempo em que eles permaneceram no lugar (antes de John White partir), diz no livro que é constituído por parte da transcrição de White escrito por Richard Hakluyt, que eles ouviram muitas coisas estranha. Durante a noite, vozes, gritos, seres pareciam circular a colônia no meio da escuridão. Alguns trechos conta história, no mínimo, fantásticas sobre alguns períodos em que eles tinham que ficar recolhidos em um aposento das suas residências rezando para que “aquilo” fosse embora e os deixassem em paz. Provavelmente nisso que foi baseado o filme do “Mistério da Rua 7". Na Carolina do Norte essa lenda dura até hoje.

Sobre a palavra CROATOAN, a principio foi levantado à hipótese de ser um sistema de coordenadas usadas pelos Colonos da época. CRO significaria que eles teriam mudado para 50 milhas dali. Mas o que significaria o resto da palavra? Então surgiu outra hipótese, uma mais sombria. CROATOAN era o nome dado a um dos Demônios Indígenas mais temidos. Falam que os nativos sequer se aproximavam do lugar da construção da colônia por medo da entidade. O nono da segunda temporada de Supernatural retrata a lenda, de forma adaptada. Ainda, CROATOAN era o nome dado pelos colonizadores a uma ilha habitada por índios amigos, próxima do local aonde se encontravam, embora nenhum deles parece que foi para lá. Por falta de explicações, o mistério perpetuou e virou lenda de maldição, que persiste até hoje.




Veja o vídeo do nosso canal sobre Croatoan:





loading...

- El Dorado
#ADM Poseidon El Dorado (O [homem] Dourado [rico, cheio de ouro]) era uma cidade mítica, supostamente localizada em algum lugar no interior inexplorado da América do Sul. El Dorado foi supostamente inimaginavelmente rico, com contos fantásticos contaram...

- A Árvore Do Vampiro
۞ ADM Sleipnir A Árvore do Vampiro é uma lenda urbana mexicana acerca  de uma enorme árvore que nasceu de uma sepultura do Panteón de Belén, um antigo cemitério de Guadalajara. De acordo com a lenda, há muitos anos atrás, os cidadãos...

- A "bruxa" De Monterrey
۞  ADM Sleipnir Em uma sexta-feira,16 de janeiro de 2004 às 3:15 PM, Leonardo Samaniego, um policial do município de Guadalupe - Monterrey (MEX), alegou ter tido um encontro com uma estranha entidade humanóide, que inicialmente identificou...

- Hugh Glass
۞ ADM Sleipnir A história de Hugh Glass é certamente uma das histórias mais marcantes de sobrevivência da história americana, tanto que o mesmo se tornou uma lenda em seu próprio tempo. Apesar de sua história ser bastante famosa, pouco...

- Barba Negra, O Pirata Sanguinário
۞ ADM Sleipnir Barba Negra (em inglês: Blackbeard; nascido Edward Teach, Ocracoke, 1680 - 22 de novembro de 1718) foi a maior lenda dos sete mares, o mais sanguinário dos piratas, capitão temido por todos, o homem que bebia drinks pegando fogo,...



Mitologia








.