Xiuhtecuhtli
Mitologia

Xiuhtecuhtli


۞ ADM Sleipnir


Xiuhtecuhtli (também chamado Huehueteotl Ixcozauhqui) é o deus do fogo da mitologia asteca. Um deus jovem e vigoroso, ele era considerado o guardião dos reis e dos guerreiros. Ele é  conhecido como "Senhor da Turquesa" e é geralmente representado com um rosto vermelho ou amarelo, com um incensário na cabeça ou usando uma coroa e ornamentos feitos de pedra azul turquesa. Xiuhtecuthli tinha outro nome: Huehueteotl, o "Antigo Deus". Como Huehueteotl, ele aparece como um homem idoso, geralmente inclinado e carregando um braseiro, ou um pequeno fogão, sobre a sua cabeça. A forma animal de Xiuhtecuhtli é Xiuhcoatl, a Serpente de FogoSua esposa é a deusa Chalchiuhtlicue. Com Chantico como sua contraparte feminina, ele às vezes é considerado como uma manifestação de Ometecuhtli, o Senhor da Dualidade, 



Seus símbolos principais são a tecpatl (pederneira) e o mamalhuatzin, as duas varas que eram friccionadas para acender fogueiras cerimoniais. Um bastão com uma cabeça de veado também era um atributo de Xiuhtecuhtli, embora não exclusivamente.

Xiuhtecuhtli desempenha um papel vital na cosmologia asteca. De acordo com os mitos, ele se ergueu de um forno em Mictlan, o submundo asteca, e passou através da terra aos céus como um pilar de fogo. Se esse fogo, que mantinha todas as partes do universo juntas, se apagasse, tudo iria desmoronar. Devido ao seu papel de manter todos os domínios do universo unidos, Xiuhtecuhtli foi pensado para ser o guia que conduzia as almas desta vida para a vida pós-morte.



Festivais

Xiuhtecuhtli também era adorado como o deus do tempo e do calendário (a palavra xihuitl, relacionada ao seu nome, significa "ano"). Eram realizadas festas em sua honra duas vezes por ano, uma durante o verão e outra no meio do inverno. 

Nesses festivais, uma imagem da divindade era construída em madeira e ricamente adornada com roupas, plumas e uma elaborada máscara. Aves eram sacrificadas ao ídolo e seu sangue era derramado perante ele e copal era queimado em sua honra. No dia do festival, os sacerdotes de Xiuhtecuhtli passavam o dia dançando e cantando perante o ídolo. O povo capturava animais, incluindo mamíferos, aves, cobras, lagartos e peixes, durante dez dias antes do festival, a fim de jogá-los na lareira na noite do festival. Durante a noite, a imagem do deus era acesa com o uso do mamalhuatzin. Comida era consumida ritualmente, incluindo tamales de camarão, após o primeiro pedaço ser oferecido ao deus .

A cada quatro anos uma versão mais solene do festival foi realizada no templo de Xiuhtecuhtli em Tenochtitlan , com a presença do imperador e dos seus nobres . Escravos e prisioneiros estavam vestidos como a divindade e sacrificado em sua honra. Padrinhos foram designados para as crianças neste dia e as crianças tiveram suas orelhas furadas ritualmente . Depois disso, as crianças , seus pais e padrinhos todos compartilharam uma refeição juntos.

Uma cerimônia muito mais significativa ocorria a cada 52 anos, no final de um ciclo de tempo de manutenção chamada Rodada de Calendário. Nesta ocasião, os astecas apagavam todas as chamas de seu império. Os sacerdotes de Xiuhtecuhtli acendiam um novo fogo sagrado para iniciar o novo ciclo de calendário. Deste fogo todos os outros fogos eram reacendidos, primeiro nos templos e depois nas casas das pessoas.






loading...

- Xochipilli
۞ ADM Sleipnir Xochipilli (do nauatle Xochi "flor" e Pilli "príncipe" ou "criança", também conhecido como Macuilxochitl) era o deus asteca das flores, do prazer, do amor, da dança, da pintura, dos jogos, das festas e da criatividade. Ele...

- Xipe Totec
۞ ADM Sleipnir Xipe Totec ou "Nosso Senhor Esfolado" na língua náuatle, era um deus importante na antiga cultura mesoamericana, em particular para os astecas e toltecas. Ele era considerado o deus da primavera, das sementes e do plantio,...

- Mixcoatl
#ADM Sleipnir Na mitologia asteca, Mixcoatl ("nuvem serpente") era o deus da caça e das tempestades, identificado com a Via Láctea, as estrelas e os céus em várias culturas mesoamericanas. Ele era o deus patrono dos Otomi, dos Chichimecas, e de...

- Tlaloc
۞ ADM Sleipnir Tlaloc ("Aquele que descansa sobre a terra"), também chamado Nuhualpili, é o deus asteca da chuva, fertilidade e do relâmpago, e é um dos mais antigos deuses adorados na Mesoamérica- as primeiras imagens que podem...

- Tezcatlipoca
۞ ADM Sleipnir Tezcatlipoca (Tez-ca-tlee-PO-ka), cujo nome na língua nauátle significa "espelho fumegante", é o deus asteca da noite e da feitiçaria, bem como o patrono dos reis astecas e dos jovens guerreiros. Tal como acontece com muitos...



Mitologia








.