A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça
Mitologia

A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça


۞ ADM Sleipnir


O Cavaleiro sem Cabeça (Gan Ceann), ou Durahan (do irlandês Dullahan) é uma aterrorizante criatura lendária e imortal, geralmente vista sem cabeça cavalgando um cavalo negro (também sem cabeça) e levando a própria cabeça em um braço. 


Dizem que a cabeça é putrefata, e a cor e a consistência é a mesma de um queijo mofado. Ela emite um estranho brilho, e serve de lanterna para iluminar o seu caminho. Os seus olhos são enormes e constantemente sombrios, e a sua boca exibe constantemente um sorriso hediondo que toca ambos os lados do rosto. O Durahan possui ainda um chicote que é feito com a coluna de um cadáver humano. 

Às vezes ele é visto montando somente um cavalo preto, que galopa sem cabeça durante a noite, espalhando o terror em seu rastro. Em outras vezes, ele aparece em uma carruagem puxada por seis cavalos negros. Ela é iluminado com velas e feita de caixões, pedras de túmulos e ossos humanos. A carruagem viaja tão rápido que o atrito dos cascos dos cavalos é são ditos incendiarem as cercas ao longo dos lados da estrada.


Dizem que no momento em que o seu cavalo pára de correr, um ser humano morre. Não há nenhuma maneira de barrar a cavalgada de um Durahan. Todas as fechaduras e portas se abrem automaticamente quando ele se aproxima. Se você ouvi-lo chamar o seu nome, certamente a morte cairá sobre você. WJ Fitzpatrick, um contador de histórias das Montanhas Mourne em County Down, relata:
"Eu mesmo vi o Durahan, parando no alto da colina entre Bryansford e Moneyscalp tarde da noite, quando o sol estava se pondo. Ele levantou a sua própria cabeça em sua mão e ouvi-lo chamar um nome. Eu coloquei minha mão em meus ouvidos, caso o nome fosse o meu, então eu não podia ouvir ele dizê-lo. Quando olhei novamente, ele tinha ido embora. Mas pouco tempo depois, houve um grave acidente de carro nessa mesma colina e um jovem morreu. Tinha sido o seu nome que o Durahan estava chamando. "
Além de tudo isso, ele não gosta de ser observado enquanto atua, e joga uma bacia de sangue em todos aqueles que se atrevem a fazê-lo (sendo isso muitas vezes um sinal de que esses estão entre os próximos a morrer), ou ataca os olhos dos observadores com seu chicote. No entanto, o Durahan se assusta com ouro, e até mesmo um único alfinete de ouro pode afastá-lo. O conto de County Galway relata:
"Um homem estava a caminho de casa ao entardecer, entre Roundstone e Ballyconneely. Estava ficando escuro e, de repente, ele ouviu o som de cascos de cavalo batendo ao longo da estrada atrás dele. Ao olhar em volta, ele viu o Durahan em seu cavalo, cavalgando em direção a ele com uma velocidade razoável. Após um grito, ele começou a correr, mas a coisa veio atrás dele, e ficando colado nele o tempo todo. Na verdade, teria ultrapassado-o e levado-o para longe se não tivesse caído na estrada um alfinete de ouro das pregas de sua camisa. Houve um rugido no ar acima dele e, quando ele olhou novamente, o Durahan tinha ido embora. "
As origens do mito do Durahan não são conhecidas com certeza, mas acredita-se que ele seja a encarnação de um deus antigo celta, Crom Dubh. Crom Dubh era adorado pelo rei pré-histórico, Tighermas, que governou a Irlanda cerca de 1500 anos atrás e que legitimou o sacrifício humano para os ídolos pagãos. Sendo um deus da fertilidade, Crom Dubh exigiua vidas humanas a cada ano, sendo a decapitação o método favorito de sacrifício.

A adoração à Crom continuou na Irlanda até o século VI, quando missionários cristãos chegaram da Escócia. Eles denunciaram toda essa adoração e sob a sua influência, as velhas religiões sacrificiais da Irlanda começaram a perder sua força. No entanto, Crom Dubh não podia renegar a sua cota anual de almas, e então teria assumido uma forma física que se tornou conhecida como o Durahan ou "far dorocha" (que significa homem negro), a personificação tangível da morte.



fontes: http://www.dullahan.com/



loading...

- O Goblin De Adachigahara
Muito, muito tempo atrás, havia uma grande planície chamada de Adachigahara, localizada na província de Mutsu no Japão. Dizem que este lugar era assombrado por um goblin canibal que tomou a forma de uma anciã. De tempos em tempos, muitos viajantes...

- Ankou
۞ ADM Sleipnir "Quando o Ankou aparece, ele não vai embora de mãos vazias" - Provérbio IrlandêsAnkou (em bretão: Ankoù) é a personificação da morte, e sua figura é oriunda do folclore dos países celtas. Ele seria a reminiscência...

- Helhest
۞ ADM Sleipnir O Helhest ou Helhesten ("cavalo de Hel'') é uma criatura presente no folclore dinamarquês e também na região de Schleswig. É um cavalo com apenas três pernas, cego, e às vezes sem cabeça,...

- Tikbalang
۞ ADM Sleipnir O Tikbalang é uma criatura mítica encontrada no folclore filipino. É descrito como sendo um ser híbrido, metade cavalo e metade humano. Ao contrário dos centauros da cultura ocidental, o tikbalang possui a cabeça e, às vezes,...

- O Verme De Lambton
۞ ADM Sleipnir Na parte nordeste da Inglaterra, existe uma lenda dos tempos medievais sobre um verme gigante que aterrorizava a região. Esse verme, que na verdade é um dragão/serpente monstruoso(a) é chamado de Verme de Lambton, e apesar...



Mitologia








.