Grýla
Mitologia

Grýla


۞ ADM Sleipnir


Grýla ( Grýlur, Grýlu-Brandr), no folclore islandês, é uma horrível ogra gigante que é dita viver nas montanhas da Islândia. É um dos mais antigos personagens do folclore da Islândia, e suas origens datam de, pelo menos, o século XIII (e quase certamente muito mais cedo). No século XV, ela era caracterizada como uma criatura com 15 caudas, com cada cauda segurando 100 sacos, e em cada saco cabiam até 20 crianças. Já no século XVII, sua caracterização mudou, passando a ser associada ao Natal e tornando-se a mãe dos Yule Lads (a versão islandesa do Papai Noel). 

A maioria das histórias envolvendo sua figura eram contadas para assustar crianças. Ele método foi colocado em impasse quando um decreto público foi aprovado em 1746, proibindo essa essa prática para evitar que as crianças ficassem traumatizadas. 


A Ogressa do Natal

Grýla  tem a capacidade de detectar as crianças que se comportaram mal durante todo o ano. Conforme se aproxima o Natal, Grýla sai à procura dessas crianças, e as captura para devorá-los mais tarde. Dizem que seu prato favorito é um guisado feito com crianças impertinentes e dizem que seu apetite é insaciável. De acordo com lendas, nunca faltou alimento para Grýla. 

Segundo o folclore, Grýla foi casada três vezes. Seus dois primeiros maridos eram Gustur e Boli - desagradáveis e preguiçosos, não saíam de suas camas, sendo completamente dependentes de Grýla. Seu terceiro marido, Leppalúði, vive com ela em sua caverna nos campos de lava Dimmuborgir, com o grande gato preto Yule (outro monstro natalino) e seus filhos, os Yule Lads. Uma criadora prolífica, Grýla teve pelo menos 72 filhos, dos quais nem todos são Yule Lads. Das crianças que não são Yule Lads os mais conhecidos são Leppur, Skreppur, Langleggur e Leidindaskjóda

Na cultura popular 

A lenda de Grýla já apareceu em muitas histórias, poemas, canções e peças de teatro na Islândia. Mais recentemente, Grýla foi destaque em um artigo do The Onion, um site de notícias satíricas, que citaram-a como sendo a causa das erupções do vulcão Eyjafjallajökull em 2010. Em 2012,  O Stuff Monsters Like, um blog satírico inspirado por filmes de terror, publicou um artigo intitulado "Monsters Like Holiday Stew", que fazia referência ao apetite de Grýla por crianças.


Veja outras matérias especiais de Natal:

Renas Natalinas
São Nicolau
Árvore de Natal


Krampus, o Demônio do Natal
Chyskhaan, o Senhor do Frio
Jack Frost



loading...

- Chyskhaan, O Senhor Do Frio
۞ ADM Sleipnir Chyskhaan ("touro do gelo"), conhecido pela alcunha de Senhor Do Frio, é um personagem pertencente ao folclore de Yakutia, uma república federal da Rússia também conhecida como República de Sakha. É muito difícil encontrar...

- Jack Frost
۞ ADM Sleipnir De acordo com a popular lenda escandinava, Jack Frost é um elfo à quem os vikings nomeavam Jokul Frosti, que significa pingente de gelo. Jack esgueira-se pelas cidades durante as noites de inverno, fazendo elegantes desenhos de gelo...

- Renas Natalinas
۞ ADM Sleipnir O mito das Renas do Papai Noel foi criado na Europa do séc. XIX, a partir do costume de nos países como o Canadá (Norte), Alasca, Rússia, Escandinávia e Islândia, as pessoas se deslocarem na neve, usando um trenó puxado...

- Árvore De Natal
۞ADM Sleipnir Desde muito tempo, árvores já eram consideradas símbolos sagrados. Civilizações antigas de territórios europeus e asiáticos, entre 2 e 3 mil anos antes de Cristo, cultuavam e faziam festas no nome das árvores, que eram, dessa...

- São Nicolau (papai Noel)
۞ ADM Sleipnir São Nicolau é padroeiro da Rússia, da Grécia e da Noruega e possui um grande histórico de milagres atribuídos a sua pessoa. Nicolau nasceu no século 3, em Pátara (antiga Turquia) e perdeu os pais quando era pequeno. No entanto,...



Mitologia








.